Arquivos da categoria: Wordpress

Plugin Viddler para WordPress e atitude

Um aspecto interessante da “blogosfera” é a iniciativa dos blogueiros. O Claudio fez um plugin para o Viddler baseado no WordPress Video Plugin. Eu nem mesmo conhecia o Viddler, mas o que achei interessante foi a atitude de não se acomodar não encontrando um plugin compatível e fazer o seu próprio plugin. Essas iniciativas que me incentivam a também tentar contribuir para a comunidade, seja escrevendo, seja fazendo a tradução do wordpress para o português.

Um incomum post pequeno. Abraços!

Tradução do WordPress e Plugin para evitar spam

Apesar de ainda não ser necessário aqui no meu blog, pois não recebo spam, estou indicando esse plugin para evitar spam nos comentários do wordpress que é muito interessante. Diferentemente de outros plugins que utilizam uma técnica chamada captcha, este faz perguntas muito simples de serem respondidas por pessoas, mas não por máquinas. O que isso tem de bom? Vou explicar. O captcha utilizado nos outros plugins são letras distorcidas misturadas com ruídos (pontos e traços aleatórios) em uma imagem e o usuário tem que identificar quais letras estão ali, mas para cegos isso é impossível. Surgiu então uma solução parecido mas que era por aúdio, algo não muito comum e pouco prático. Esse que indiquei resolve o problema de maneira extremamente simples fazendo perguntas do tipo “Quanto é 1+2?”.

Em breve, publicarei mais uma versão dos arquivos traduzidos do WordPress. Enquanto isso, continuo disponibilizando a primeira tradução e se precisar de orientação leia o tópico em que a divulguei.

Permalink no WordPress e o plugin Permalinks Migration Plugin

Uma técnica muito utilizada nos blogs é o Permalink. Envés de passar paramêtros para a página por GET usando ?nomedoparametro=valor após o endereço da página, esta técnica passa os valores pelo próprio endereço. Por exemplo, eu utilizava a seguinte forma: /?p=10

Feio, né? Então pesquisei um pouco e passei a utilizar permalinks. O mesmo artigo passou a ter o seguinte endereço: /traducao-completa-do-wordpress-221-para-o-portugues-do-brasil/

Tudo bem, concordo que nesse caso o endereço ficou grande demais se alguém resolver digitá-lo, mas raramente esse é o caso. Além de melhorar a cara da url que o usuário vai entrar, essa técnica também ajuda no ranking das páginas nos sistemas de busca, pois dá maior relevância àqueles termos que estão no endereço.

O próprio WordPress tem suporte ao uso de permalinks, apesar de por padrão nas versões mais recentes não vir ativado. Foi feito assim apenas por causa que essa funcionalidade utiliza funções exclusivas do servidor Apache, então só os blogs hospedados nele poderão utilizar permalink. Para alterar o padrão de url não achei tão simples quanto parecia, então resolvi escrever este artigo para ajudar a outros que tenham as mesmas dificuldades. O que me atrapalhou foi um arquivo .htaccess que é manipulado pelo wordpress, comentarei sobre ele posteriormente.

Teoricamente basta ir até Opções e depois em Permalinks na área de administração do site, lá existem 3 opções prontas e uma quarta onde você pode personalizar o acesso aos artigos no seu wordpress utilizando tags. Mas você precisa ter o tal arquivo .htaccess na pasta do wordpress e com permissão para ser escrito, sendo que pra atrapalhar ainda mais esse arquivo é oculto, pois começa por ponto. Então, antes de qualquer coisa você configurar seu cliente FTP para exibir os arquivos ocultos ajudará muito. Essa configuração é especifica para cada programa de FTP, então não poderei ajudar nesse passo. Feito isso, verifique se existe o arquivo .htaccess na pasta onde o wordpress está instalado, e se existir verifique também se a permissão dele é 666. Do contrário, você terá que criar o arquivo de texto no seu computador e fazer o upload (não precisa ser feito pelos que já tem o arquivo e apenas a permissão não é 666), e depois colocar o nível de permissão dele como sendo 666, que possibilita a escrita pelo wordpress. Feito isso, está tudo perfeito para você utilizar tranquilamente o permalink do WordPress da forma já mencionada.

Alguns blogueiros depois de algum tempo já utilizando permalinks resolvem trocar o padrão do permalink, só que isso implica em uma série de outras coisas. Todos os links existentes para os artigos ficariam quebrados, já que o endereço de acesso mudaria, e ainda perderia todos os acessos via sistemas de busca, até que a indexação do site fosse atualizada. Mas mesmo após essa atualização, ainda sairia perdendo muito com isso. Por exemplo, o aspecto temporal para o Google é levado em consideração, páginas mais antigas ganham mais pontos pro ranking do que as recentes. Não vou me aprofundar nesse aspecto, mas é inviável deixar todo o histórico de um site ir por agua abaixo assim.

Durante a minha pesquisa por permalinks encontrei a solução para esses casos em que o blog já utiliza permalinks mas quer alterar o seu padrão sem perder todo seu pássado, o Permalinks Migration Plugin. Novamente, ele só é válido para quem JÁ utiliza permalinks, o acesso padrão aos artigos do wordpress não é feito dessa forma.

O Permalinks Migration Plugin faz com que acessando o endereço antigo do artigo, o usuário (ou o robô do site de busca) receba um cabeçalho 301, que é de redirecionamento permanente. No caso do usuário comum, o browser será redirecionado ao novo endereço e pronto. No caso do robô é que aparece o maior benefício do plugin, dessa forma o sistema de busca atualiza seus registros, substituindo apenas a url velha pela nova e mantendo todo o resto. Perfeito!

Espero que ajude aos interessados, até a próxima! Qualquer dúvida, deixe um comentário.